Macroeconomia

23 Set 2020

PIB do agronegócio do Brasil cresce 5,26% no 1º semestre, diz CNA

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio do Brasil cresceu 5,26% no 1º semestre de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado.

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio do Brasil cresceu 5,26% no primeiro semestre de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado, com destaque para o segmento primário (atividades dentro da porteira), que registrou alta de quase 15% no mesmo período, conforme estudo divulgado nesta quarta-feira pela CNA/Cepea.

O aumento foi registrado em meio a safras recordes de grãos e preços elevados por um câmbio favorável a exportações, que ajudaram também o segmento pecuário.

Segundo a pesquisa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os segmentos de serviços e insumos tiveram altas de 4,76% e 1,69%, respectivamente.

A agroindústria foi o único elo com queda no período, de 0,76%, sendo o segmento mais afetado pela pandemia da Covid-19.

"Pelo lado da oferta, a volumosa safra de grãos tem garantido atendimento à crescente demanda internacional pelos produtos do agronegócio brasileiro, impulsionada também pela desvalorização do real frente ao dólar", disseram a CNA e o Cepea em nota.

O PIB agrícola registrou alta de 2,93% nos primeiros seis meses deste ano, refletindo preços maiores de janeiro a junho de 2020, frente ao mesmo de 2019.

O PIB da atividade pecuária teve expansão de 10,41% no semestre, reflexo também dos bons preços das proteínas animais.

"Embora alguns preços do ramo pecuário tenham sido pressionados para baixo diante da pandemia de Covid-19 em abril e maio, em junho houve recuperação”, indicou o estudo.

Em junho, a expansão do PIB do agronegócio foi de 1,31%, sexto mês seguido de alta, com crescimento mensal de 3,02% no segmento primário e dos outros elos da cadeia produtiva de forma geral: agrosserviços (1,15%), insumos (0,79%) e agroindustrial (0,27%).

"Apesar da pandemia --e de efeitos negativos significativos em diferentes momentos do ano, particularmente nos segmentos de hortícolas, flores e lácteos-- os instrumentos de políticas públicas voltados à garantia de renda aos mais impactados pela crise, têm garantido também sustentação da demanda doméstica por produtos agrícolas e agroindustriais", avaliaram.

Fonte:
 Reuters

 

Macroeconomia
Dólar recua ante real, mas foco segue em estímulo dos EUA e disseminação global da Covid

O dólar fechou em queda, refletindo algum alívio nas últimas manchetes domésticas, apesar da atenção global às negociações de estímulo fiscal norte-americanas e ao avanço da Covid-19.
26 Out 2020
Índice fecha em queda com temor sobre Covid-19 nos EUA e Europa, mas sustenta 100 mil pontos
O Ibovespa fechou em queda, com viés negativo nos mercados acionários nos Estados Unidos e na Europa por preocupações com o aumento de casos de Covid-19.
26 Out 2020
Dólar fecha em alta ante real por compras defensivas
O dólar fechou em alta contra o real, com a moeda norte-americana tomando fôlego na parte da tarde conforme operadores assumiram posições mais defensivas antes do fim de semana.
23 Out 2020
Dólar cai, mas se afasta de mínimas da sessão com foco voltado para EUA
22 Out 2020
O dólar fechou em leve queda ante o real, refletindo persistentes incertezas sobre mais ajuda fiscal nos EUA antes da eleição norte-americana.
Ibovespa fecha em alta e beira 102 mil pontos com ajuda de bancos
22 Out 2020
Ibov fechou em alta de mais de 1%, com as ações de bancos entre os principais suportes, em meio a perspectivas de melhora nos resultados do setor no 3ºtrimestre.
Ibovespa fecha com alta discreta sem avanço efetivo sobre estímulos nos EUA
21 Out 2020
O Ibovespa fechou com uma alta discreta nesta quarta-feira, diante da ausência de progresso efetivo sobre um acordo para novos estímulos fiscais nos EUA.
Dólar fica perto da estabilidade ao fim de sessão volátil
21 Out 2020
O dólar fechou perto da estabilidade ante o real, ao fim de uma sessão de vaivém, com o dia positivo para divisas de risco no exterior.
Ibovespa fecha acima dos 100 mil pontos puxado por bancos e com respaldo de NY
20 Out 2020
Ibov fechou acima dos 100 mil pontos, o que não acontecia desde setembro, com Wall Street em alta com esperanças de um acordo no Congresso norte-americano para mais estímulos fiscais.
Ibovespa fecha em alta, mas Nova York reduz ímpeto
19 Out 2020
O Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira, com B3 entre os principais suportes, bem como declarações mais positivas sobre o cenário fiscal no país.
Dólar fecha em queda, mas longe de mínimas da sessão com dúvidas sobre estímulos nos EUA
19 Out 2020
O dólar começou a semana em queda ante o real, com as operações domésticas seguindo a fraqueza da moeda norte-americana no exterior.
www.investbras.com.br
Contato
Fone: (34) 3832-0300
Rua Cesário Alvim, 1342 – 2º Piso, Sala 3
Centro - Patrocínio-MG
CEP 38740-040
Notícias sobre:
Investbras
Agente Autônomo de Investimentos

Ouvidoria Terra Investimentos
0800 940 0406